Siga-nos no Instagram: @fluindomoda

domingo, 17 de abril de 2016

Moda: Fluidez de gênero. Entenda!

Gender free, gender less, agender. Com certeza você já ouviu falar isso no universo da moda antes e ficou se perguntando o que é, não é mesmo?! Eu te explico!

Não é de hoje que os rumos da moda estão em transação. O feminino e o masculino foram trocados pelo unissex já na década de 60, onde por uma rebeldia de igualdade de gênero criaram uma espécie de uniformização. Houve um período de esgotamento, onde não se falava mais nisso e poderia ser considerado démodé, mas foi um curto período, sendo retomado já no século XX por Alexander McQueen e o nosso queridinho João Pimenta, entre outras marcas como Gucci - que apresentou sua coleção de inverno 16 toda trabalhada na fluidez de gênero. Recentemente a grife Louis Viutton em sua campanha feminina trouxe Jaden Smith - filho de Will Smith - um jovem muito influente quando se tratamos de moda sem gênero.

jaden smith para louis vuitton
Campanha Louis Viutton verão 16

E o que é então a fluidez de gênero?! 

Você quer ser médico ou designer? Quer usar preto ou branco? Riachuelo ou C&A? Listras ou Xadrez? O mundo que traz diversas possibilidades aliado a uma rotina multitarefas para as gerações atuais, faz com que jogamos fora nossos rótulos e escolhemos aquilo que queremos no momento sem precisar optar por um caminho especifico. 






Hoje já não existe roupa masculina ou feminina, existe roupa para ser vestida, para ser usada. Então use. Ualá!

Siga-nos no IG @fluindomoda.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar, você entende de moda!!

Google+ Badge